Tudo sobre cabelos | Low Poo e No Poo

Vamos falar sobre cabelos! Neste post estou trazendo algumas dicas gerais para com o cuidado dos cabelos (última categoria do post) e todas as informações que eu consegui sobre os métodos Low e No Poo. Espero que gostem:

lavaando cabeloTudo começou com a cabeleireira Lorraine Massey quando lançou o livro Curly Girl: The Handbook (que lançou no Brasil em 2015) A cabeleireira prega a eliminação total (no poo) ou a diminuição drástica de shampoos com sulfato (low poo) segundo ela, estes ingredientes retiram dos cabelos cacheados a proteção lipídica natural, os deixando mais desidratados e no caso dos cabelos lisos e oleosos levaria a produção de mais óleo.

Mas o que exatamente é Low pool e No poo?

No poo trata-se de uma técnica de lavagem dos cabelos que não utiliza shampoo. Possui uma formula igual as utilizadas em condicionadores, agregadas de um agente de limpeza. Basicamente, é um condicionador com um pouco de detergente suave (recomendado para pessoas com cabelo muito ressecado, exposto a pouquíssima sujeira e com pouca oleosidade no couro cabeludo)

Low poo admite o uso do sulfato “leve”.  A recomendação é usar somente a cada 15 dias um produto com sulfato para retirar algum resíduo de substância insolúvel que foi utilizada nos fios. Possui uma formula com baixa detergência, como o lauril éter sulfato de sódio. (mais recomendado para pessoas que buscam formas mais suaves de limpeza dos fios e do couro cabeludo)

A proposta das técnicas é mudar o hábito quanto a lavagem dos cabelos conservando a produção de gordura natural do couro cabeludo e dos fios como proteção e equilíbrio da hidratação. Quando lavamos os fios o correto é não retirar a capa protetora deles. A cutícula precisas sempre estar fechada. É interessante eliminar o acúmulo de resíduos com produtos leves, que não afetam a produção de oleosidade.


Porém….

O problema com estas praticas é que elas podem não fazer a limpeza ideal do cabelo, as células mortas combinadas com o sebo que é produzido pelas glândulas sebáceas pode prover um ambiente favorável à proliferação de fungos o que pode desencadear em algumas doenças. Por outro lado se as técnicas forem usadas corretamente e sejam adequadas ao tipo de cabelo, elas podem evitar doenças como caspa por exemplo.


Aderindo a técnica:

É aconselhável começar o primeiro dia usando um shampoo com sulfato para tirar definitivamente toda a sujeira do cabelo, e é recomendado também limpar escovas, presilhas, etc com um shampoo de sulfato para tirar o resíduo de óleo que pode estar acumulado nesses produtos. A lavagem dos cabelos deve ser feita a cada dois dias.


Alguns dos ingredientes proibidos no Low Poo:

Sulfato: faz a limpeza do couro cabeludo em excesso, o que pode causar ressecamento do couro cabeludo, queda de cabelo, caspa, a oleosidade pode aumentar em cabelos oleosos, etc.

Parafina/óleo mineral: Fecha a cutícula e não deixa entrar hidratação pois o fio está velado em parafina.

Os petrolatos vem escrito nos produtos com os seguintes nomes: Paraffinum liquid; Mineral Oil / Óleo Mineral; Petrolatum; Vaselina; Isoparaffin; C12-20 Isoparaffin; C13-14 Isoparaffin; Isododecane; Isododecene; Dodecene; Dodecane; Alkane.


O meio ambiente:

Os ativos de No Poo e Low Poo são menos agressivos à natureza por serem menos sintéticos e mais biodegradáveis. Seus produtos tem origem vegetal causando menor impacto ambiental tanto na hora de serem produzidos, como na hora de se degradarem.


Quando lavamos o cabelo: (seja low poo, no poo ou com shampoo que contêm sulfato)

A quantidade de shampoo para lavar deve ser do tamanho de uma moeda e somente ser usado no couro cabeludo, o condicionador deve ser esquentado nas maos antes de passar no cabelo e a quantidade deve ser um pouco menor que a do shampoo.

Massagear o couro cabeludo durante o banho estimula a circulação de sangue, acelerando o processo de crescimento dos cabelos.

Quando lavamos o cabelo nós abrimos as cutículas e quando passamos o condicionar fechamos elas para proteger o cabelo, então o condicionador tem que ser a última coisa que se deve passar, sempre, independente se você está fazendo uma hidratação ou nutrição junto a sua lavagem.

O propósito da nutrição é devolver a água para o cabelo enquanto a hidratação serve para deixar ele mais leve e sedoso.

Quando saímos do banho não devemos tirar o excesso de água torcendo nossos cabelos e sim espremendo-os para evitar a quebra dos fios e a produção de pontas duplas.

Óleo de coco se colocado no cabelo um tempo antes de lava-lo deixará seu cabelo mais macio e saudável, para removê-lo aplique condicionador antes de entrar no banho pois óleo e água não se misturam, depois lave normalmente.

As vantagens da fronha de cetim para com o cabelo: ela mantém a hidratação capilar e cutânea por mais tempo pois o tecido não suga a hidratação dos cabelos ao decorrer da noite, evita mazelas como aumento de porosidade dos cabelos e quebra das fibras de colágeno do rosto, a integridade da fibra capilar será mantida, evitando dos fios acordarem embolados e ásperos.

As fibras do cetim são lisas e delicadas, assim elas não acarretam tanto atrito diferente de tecidos como algodão que possuem uma fibra rústica e áspera, esse tecido entrando em atrito com nossos cabelos incide sobre as cutículas da fibra capilar danificando-as e assim fazendo com que toda a hidratação e seja sugada pelo travesseiro.

Um lugar para achar cosméticos é a Casa Nostra, você pode efetuar seu pedido on-line que eles entregam em casa e o preço é geralmente mais barato do que em outros lugares.

Quer saber mais sobre o assunto? Confira:

Revista Estilo de Vida – In Style edição de Abril tem uma matéria sobre No e Low Poo.

No e Low Poo

Tudo sobre a fronha de cetim 

Obrigada por lerem!

Helena Hamdar.

Follow my blog with Bloglovin







↓